Archive for Agosto 2010

Credo


.

O desemprego em Portugal já chegou aos 11%?!

Oh meu Deus, bem que posso levantar as mãozinhas ao céu e agradecer por esse bicho-papão ainda não ter batido à porta de casa da minha família.

Complicações


.

Dois amigos foram fazer uma viagem pelo Norte da Europa. Noruega, Suécia e Letónia. Como grande pedinchona, lá lhes disse "Ao menos tragam-me um postalinho". "É bem possível que tenhas sorte" disse-me um deles. Pronto, acho que é ponto assente que "ao menos um postalinho" vou ter.

Agora, a grande questão que outra amiga pôs: será que só vou ter mesmo direito a um postalinho? Eu bem sei que isto é complicação própria de género (feminino). Se eu pedi um postalinho, queria um fio de ouro?! Mas também não queria que eles fossem muito óbvios! Se eu conhecesse alguém que tivesse ido ao México e pedisse "Ahhh tens que me trazer um bocadinho daquele oceano", a pessoa não traria, literalmente, a água (assim espero!).

Opá, ao menos um íman...

Aviso aos senhores do Metropolitano de Lisboa


.

Então é assim: uma pessoa está que nem se aguenta, mal consigo manter as calças vestidas. Aliás, temo mesmo que, da próxima vez que for à casa-de-banho, a pele venha agarrada às calças. E lembram-se de avariar a merda do metro? DUAS LINHAS AVARIADAS AO MESMO TEMPO? A sério, depois queixem-se que estão a entrar em falência e o caraças...

O prometido é devido


.

Meus amores, escrevo-vos já da minha caminha, depois de um fim-de-semana por terras lourinhanenses. Devo apenas começar por dizer que não existe brisa de ar ou pedaço de roupa que esteja permitido sequer fazer festinhas no meu rabo e pernas. Dói, dói muito! Apanhei um escaldão tal que nem para me sentar numa cadeira está a dar.

As imagens falam por si (os pézitos com a unhaca a vermelho também constam!).


'Tava-se beeeeem!



É caso para dizer: Cum Caneco! Que fim-de-semana!


Assim só em jeito de "Vou de fim-de-semana"


.

Tirem-me o homem da mão enfeitada da frente, P-O-R-F-A-V-O-R!

Post mesmo, mesmo de gaja! *


.

Há alturas que me acho um génio. E só por ter comprado uma coisinha destas já merecia um Nobel! Não é das mais actuais, estava ali no meio entre as mais caras e as mais baratuxas mas... Aaaahhhhhh como é maravilhoso ter as minhas pernas lisinhas quando bem me apetece, sem ter que andar a marcar esteticista ou a recorrer a bandas caríssimas. Já para não falar que, no Verão, para não estar à espera que os pêlos tivessem comprimento suficiente muitas vezes recorria à lâmina. (Sim, erro crasso! Mas apesar de ter muita "penugem", os das pernas não são muito grossos)

Para o ano irei investir no laser para as pernas, uma vez que as outras partes do corpo já estão a ser tratadas.

*Será que, ao fazer este post, é desta que o meu blog tem sucesso?! Pelo sim pelo não e para estar dentro da lei dos blogs, irei preparar umas fotografias dos meus pés com as unhas pintadas de vermelho para publicar segunda-feira (a Sôzinha questionou-me se cor-de-rosa também serve, mas tenho algumas dúvidas)! (Clicar na frase, por favor, que não parece link mas é!)

That's my dad!


.

Cenário: Jantar de uma qualquer noite do ano 2003. Os três sentados à mesa.

Informo os meus pais que entregaram os papéis para nos inscrevermos no Agrupamento que queríamos seguir no secundário. O meu pai questiona-me o que é que escolhi. Respondo que foi o Agrupamento 3. "E para que é que isso serve?" pergunta de novo. "Chama-se Economico-Social" respondo eu a tentar dar um ar intelectual à situação. Com um grande ponto de interrogação na cara: "Então e medicina, isso não dá, pois não?

Não dava, de facto não dava. Com 14 anos nunca se tem grandes certezas, mas uma que eu tinha já há algum tempo é que medicina/enfermagem/bio-qualquer-coisa não eram para mim. E não levei a mal ele dizer-me aquilo ou não soubesse eu que ele baba completamente quando fala de mim a alguém e que se orgulha mais do que qualquer pessoa neste mundo das coisas que eu faço.

Há dias voltei a perguntar-lhe se ainda queria que eu fosse médica. "Essa pergunta é um disparate! Não és, pois não? Gosto de ti de qualquer maneira!".

Sim, sou, completamente e sem margem para dúvidas, uma menina do papá!

Pronto, foi de vez


.

"A miúda não está nada normal"... Penso de mim para mim sobre mim.

Sinto-me atraída por homens que me intimidam e, pior!, por homens que têm a mãozinha enfeitada. Oh Deus, não poderia eu ter o dom da normalidade?


Sentir atraída não é "Ai meu Deus tão lindo que ele é"! É mais do género "Acho que o meu coração está prestes a saltar da caixa torácica"! Estúpida, estúpida, estúpida...

Não quero


.

Viagem a Itália pensada para Novembro. Pergunta-se quem quer ir. Os quatro do costume disseram logo que sim, os restantes do costume inventaram desculpas esfarrapadas. Marca-se a viagem. Reunimo-nos em volta de frappucinos mocca e muffins e decidem-se rotas, hostels, orçamento. Tem tudo para dar certo e o entusiasmo é grande.

De um dia para o outro junta-se mais uma pessoa à viagem e, de repente, outra. Passamos a seis! Apetece-me ter um ataque de mimo agudo e gritar "A menina não quer!" tudo por causa desta última pessoa. Porque, simplesmente, existem pessoas com as quais não me sinto minimamente à vontade. Eu sou expansiva, por vezes falo alto demais, sou demasiado espontânea. Detesto olhares de reprovação e é o que eu sei que vou ter, detesto sentir-me presa e ser quem não sou e é o que eu sei que vou sentir, detesto que me ponham à margem e é o que eu sei que vai acontecer. Tem tudo para dar errado.

Deixa cá ver isso


.

Ainda me lembro do dia em que uma amiguinha de turma, durante o recreio no pátio coberto da escola, me disse que a cera dos ouvidos sabia a morango. E eu fui experimentar.


Confirma-se: sou parva desde sempre!


Little poor


.

Pois que parece que o Roberto vai deixar de ser titular. Vamos lá todos juntos: Ooooooohhhhhhh!


A culpa não é SÓ do Roberto. Se não marcamos golos, o coitado não pode fazer nada. Agora, se os sofremos ele tem alguma culpa. Tenho pena porque o piqueno até é engraçadito. E, sim, também acho que percebo alguma coisa de futebol e não percebo... Mas dar bitaites está-me no sangue!

Os domingos


.

Os domingos são, por norma, dias caseiros e aproveito para me pôr a par do que está a dar na TV. Daí que veja o Projecto Moda e o Dá-me Música (God! Eu bem digo que sou masoquista!).

Quanto ao Projecto Moda não tenho nenhuma desculpa razoável para ver aquilo. Mas o Dá-me Música... O Dá-me Música tem o David Ripado. Para quem não sabe quem é, participou na primeira edição da Operação Triunfo ficando em quarto lugar (provavelmente das maiores injustiças alguma vez ocorridas num concurso de talentos). E este homem é lindo que vai lá vai.

Só assim dois apartes. Esta semana está lá o Miguel Gameiro e o Miguel Ângelo. Já tive a oportunidade de estar com os dois. Enquanto o Gameiro é apenas e só um amor em pessoa, o Miguel Ângelo foi simplesmente das coisinhas mais antipáticas que me apareceram à frente.
Também pode parecer que não faço mais nada a não ser ver TV, mas não é verdade, juro! Só ao domingo é que faço questão de ver todo este tipo de coisas...

Selinhos #4


.

Então vamos lá actualizar a listinha...

O primeiro de hoje é:


Regras:

1. Dizer quem te passou o desafio.
Foi a Irina do Pétalas de Palavras. Muito obrigada!
E depois a Sô do Pilha de Nervos que publicou antes de mim, mas recebeu ao mesmo tempo! Muchas gracias, minha amiga!

2. Responder à questão: O que mais te fascina numa pessoa?
A forma como me faz sentir. A sinceridade que põe nas suas palavras. A confiança que me transmite. O sorriso ou a gargalhada que partilha.

3. Passá-lo aos blogs que mais gostas.
Abaixo.


Os dois seguintes foram a AnnaSo' do Aqui não são apenas recordações. Muito obrigada!

Regra? Oferecer a 13 pessoas.


Regras :

1. Enumerar três coisas que te prendam mesmo a vida.
» Os que gosto.
» Os sonhos por concretizar.
» As arestas por limar na personalidade.

E oferecer isto tudo? Xinaman! Não consigo! E é coisinha para dar um trabalhão... Peguem-no! Façam que estão em vossa casa!

É que era mesmo assim


.

No filme Missão Impossível III, para quem viu e quem não viu, há uma cena em que o Tom Cruise quer saber o que é a pata de coelho e o Hoffman não lhe responde nem por nada. Vai daí, como estão num avião, o Cruise abre lá uma porta qualquer e mete o outro para fora do avião preso a uma cadeira, assim, a modos que a apanhar ar. Espero que a descrição esteja a ser clara...

Agora... Estão a ver a equipa do Benfica?! Jogadores, treinador e toda aquela gente?! Quando vierem de regresso para Lisboa podem-lhes fazer o mesmo. Eu acho que era óptimo que eles apanhassem ar naqueles focinhos a ver se arejavam as ideias. Não sei, mas tenho a impressão que era bem.

Edit: Lembrei-me de outra coisinha. O cinto do Roberto soltar-se por acidente. Ups, coitadito, lá vai ele arejar as ideias no Oceano Atlântico!

Sim, estou com pensamentos violentos.

Waiting for some angel


.

"Hello.
Don't be scared.
I want you to know,
You're not dead."



Silence 4 - Angel Song

É só comigo?


.

Aquela horinha que demoro a chegar a casa depois do trabalho é, provavelmente, o único momento ao longo do dia em que vou apenas com os meus pensamentos e os headphones. Penso no que foi dito, no que se passou, no que deveria ter acontecido e no que eu gostava que acontecesse e, por vezes, dou comigo a sorrir ou a falar em playback e, também normalmente, apercebo-me de que estou a ser observada o que, parecendo que não, é um bocadinho embaraçoso (já nem estou a contar com as alturas em que me lembro de começar a cantar).


Bem, é certo que tenho uma bruta pancada, mas ainda não cheguei ao ponto de precisar de fazer uma visita ali à Av. do Brasil. Ou cheguei?

Factos #3


.

Um vício? Azeitonas. Muitas. Todos os dias.

É estúpido? É!


.

Quando sou assaltada por pensamentos que, de alguma forma, me deprimem (vulgo parvoíces-que-não-matam-mas-moem-e-deixam-a-cabecinha-de-uma-pessoa-em-água) fecho os olhos com toda a força ou, se tiver com os headphones, aumento o volume como se isso me fosse impedir de ouvir os meus pensamentos. Ah, e se estiver sozinha tapo os ouvidos!

É estúpido, mas é inevitável!

Opah, não! #2


.

Homens com as mãos fininhas e/ou pequeninas e/ou muito brancas e/ou unhas compridas! Humm, no me gusta!

Selinhos #3


.

Antes de passar aos selos e respectivas regras, queria só agradecer-vos por terem a paciência de lerem o que escrevo. Nunca pensei vir sequer a ter comentários quanto mais seguidores e, loucura das loucuras!, receber miminhos em forma de selos e só agora me começo a aperceber da dimensão da blogosfera. Muito obrigada, mesmo!

Deixando-me de sentimentalismos, vamos ao que me trouxe aqui... A nuvem.de.algodão doce é uma super querida e ofereceu-me mais um selo. O terceiro desde que esta casinha teve a felicidade de ver a luz do dia.


Pois a modos que as regras são:

1. Qual foi a situação que te proporcionou o sorriso mais verdadeiro?
Foram tantas, não consigo eleger nenhuma em particular.

2. Rir ou sorrir?
Eu adoro uma boa gargalhada, aquele rir com vontade até doer a barriga. Mas um sorriso denota cumplicidade. Gosto disso!

3. Se pudesses escolher uma situação que te esboçasse um sorriso, escolherias...receber um miminho das pessoas que gosto: um telefonema inesperado, palavras queridas, um afago no cabelo...

4. Oferecer a três blogues.
Resposta mais abaixo.

5. Comentar o blogue da criadora: Already done.

Já a Dani ofereceu-me selos em dose industrial (quatro!). E já agora, queria aproveitar para fazer aqui outro parêntesis que já era para ter sido feito. Simplesmente adoro o blog desta menina (isto é mesmo muito sincero), porque o que a alma das pessoas nos transmite não se vê nem se explica, sente-se. E também não é graxa, não a conheço de lado nenhum! Muito obrigada pelos selinhos!

Responder à pergunta "O que adoça os teus dias?"
Entre algumas coisas, a forma entusiasta como o meu cão me recebe à porta de casa. Eu sei que parece parvo, mas é uma alegria contagiante!

Comentar o blog da criadora. Este.


Dizer o que te faz contar as "histórias" de (sobre)vivência no blog.
Criei-o precisamente com o intuito de poder extravasar o que nem sempre quero expressar em voz alta, porque nem sempre nos percebem ou não estão com paciência para nos ouvir e, por isso mesmo, ninguém da minha esfera social/familiar sabe da sua existência, à excepção de uma pessoa.



Oferecer o selinho.

A parte mais difícil é mesmo oferecê-los... Portanto, ofereço os selos que ainda não tiverem aos meus 15 seguidores! E vai de alguém não estar para aí virado, faxavor de levar para não ter que ir ralhar para casa alheia!

De hoje


.

Lembram-se de ter dito que andava a sonhar com francesinhas? E agora estão a ver o melhor pai do mundo que não via desde sábado? Agora juntem estes dois...

Resultado? Barriga e coração cheios!

Deves!


.

Sou, de certeza, das poucas que ainda não falou do mudasti nem do acordo ortográfico.

Começando pelo mudasti... Que coisa é esta? Nunca usei esta palavra, nem quando o anúncio passava de 2 em 2 minutos na TV. Qual é o jeito disto? É um substantivo, um verbo? Que porra é esta?! Eu cá não assino petição nenhuma... Já me basta o bué.

Quanto ao Acordo Ortográfico, não faço intenções de lhe dar uso num futuro próximo (nem longínquo). Detesto ler revistas e jornais que já aderiram a isto. O "c" em palavras como acto e facto faz-me falta à vista, bloqueia-me a leitura, tudo e mais alguma coisa. Quem foi a alma peregrina que se lembrou disto? E quando eu tiver um filho e ele me pedir ajuda nos trabalhos de casa? Respondo-lhe o quê? "Oh meu Amor, a mãe sabe menos do que tu!"? Ou então digo-lhe que, afinal, é ele que tem de me ensinar a mim.

Projecto Moda #3


.

A Rosina é mais infantil que o André e tem mais 20 anos que ele!

Constatação do dia #2


.

Não peças com todas as forças uma coisa que não estás certa que queres mesmo que aconteça. É que um dia vai de essa coisa acontecer e tu achas que foi a maior asneira de sempre.

Stop!


.

Como diz a minha amiga : lidar com pessoas é difícil!

Até uma certa altura, temos a oportunidade de escolher com quem nos damos. Na escola ou na faculdade, se as coisas não funcionam com alguém, afastamo-nos e pronto. Procuras alguém com quem te sintas mais compatível, foges das maldades, esquemas e calculismos. Assistes de fora e, mesmo assim, uma vez ou outra, acabas por ir parar ao meio de alguma confusão não sabendo bem como.

No mundo do trabalho isso é complicado de gerir. Mesmo que as relações com os outros não sejam conjugáveis, mesmo que te limites ao estritamente profissional, pura e simplesmente não te podes afastar se é com aquelas pessoas que tens de lidar porque o chefe, a equipa ou o tipo de trabalho assim o ditam. Tenho vindo a tentar aprender como lidar com isto. Sou nova nestas andanças e, em certas situações, sinto-me uma bola de ping pong. o é raro o dia em que estou debaixo de fogo cruzado, numa guerra que não é a minha, porque a minha inexperiência e ingenuidade nestas coisas me dizem que o meu dever é tentar chegar a tudo, mesmo que os meus braços sejam curtos.

Tem sido complicado!

Em jeito de conclusão


.

Oh motorista, enfia o autocarro num sítio que eu cá sei e dá à chave!



Foi mesmo a cereja no topo do bolo deste dia tão maravilhoso (not!)

Oh, come on!


.

Se há coisa que odeio é que não chamem as coisas pelos nomes.


- Olha, tens aí uma coisa ao pé do nariz...

- Uma coisa?! Mas o quê? Um bicho? Tira!!! Tira!!!

- Não, não é um bicho! Não posso tirar...


- Ahhh! É um macaco! Vamos lá, MA-CA-CO!


Isto foi só um exemplo muito parvo e porquinho mas existem muitos outros.

Acho mesmo


.

As aulas de RPM acabam comigo mas sinto vontade de lá voltar. No dia seguinte.

O adductor deixa-me quase sem conseguir andar mas sinto vontade de lá voltar. No dia seguinte.

Há o chest press que me deixa o braço direito a dar estalinhos mas sinto vontade de lá voltar. No dia seguinte.

Acho que me estou a tornar masoquista.

Selinho #2


.

Vieram-me bater à porta com mais um selinho! Desta vez foi a nuvem.de.algodão doce que também pegou o selo "Este blog inspira-me" e acho que fez lindamente!


Mandam que eu diga porque é que o meu blog dá que falar. Ora bem, o meu blog suponho que não dê que falar mas se desse seria mais ou menos porque aquela miúda (eu!) até tem umas pancadas fortes e, se a conhecessem pessoalmente, saberiam que aquele blog é completamente a cara dela, que diz disparates até dizer chega mas que também se zanga.


Mandam as regras também que eu o passe a 5 pessoas então cá vai:

Opah, não! #1


.

Homens com a pele branquinha (tipo copo de leite) e que, quando vão à praia, encarnam lagostins. Hummm, no me gusta!


Homens morenos é o que se quer!

Here we go!


.

"OuvisteS?!"

Serei normal?


.

Tenho o Farmville há longos meses e, parecendo que não, é coisinha para se estar a tornar massuda. Mas não tenho coragem de largar aquilo ao abandono e deixar para trás tudo o que lá está.

Selinho


.

O meu primeiro selo oferecido pela Dani. Obrigada!



Completar a frase:
Sou feliz porque... a vida é demasiado curta para me deixar levar pelos momentos menos positivos!


Oferecer o selo a 5 blogs:
Como a escolha é difícil, os meus poucos (mas bons!) seguidores que o levem para as suas casinhas que eu fico muito contente mesmo. Mas é mesmo para levarem e publicarem e essas coisas todas!

Grrr


.

É só comigo ou também vos acontece? Ultimamente, depois de aplicar o verniz, fica tudo às bolhinhas! E só me tem acontecido com vernizes Risqué... Estou triste!

Projecto Moda #2


.

Continuo a dar o benefício da dúvida e acho muito bem porque me farto de rir. Mas aquilo é tudo muito mau! Os concorrentes, a apresentadora, tudoooo!



Conjugando o verbo da mesma forma que a Nayma: " 'Tão fora de moda!"

Vou de fim-de-semana...


.


...para aqui.

Objectivo de vida


.

Quando estiver na minha casinha, ter dinheiro suficiente para pagar a quem me passe a roupa a ferro e que isso não interfira nas minhas viagens, nas minhas compras, em tudo o que gosto de fazer.

Passar a ferro exaspera-me!

Factos


.



Quem me tira o prazer de comer, tira-me tudo!

Adoro comer. Consigo ser muito alarve (shame on me!) e sou das que poupa o estômago no dia anterior quando sei que vou comer muito, por exemplo, casamentos ou rodízio (eu sei que isto é horrível!). Não me coíbo de comer nada. Se estou com muita vontade tem mesmo de ser.

Se sou alguma baleia? Não sou, mas também não sou das que diz que pode comer tudo de forma inconsciente que nada pára neste corpinho.

Se me apetece devorar este mundo e o outro todos os dias? Não, claro que não, estava muito mal da minha vidinha se assim fosse.


E há três dias que só me passam francesinhas à frente dos olhos...

Homens


.

E ainda existem homens que não são capazes de deixar passar uma mulher ou segurar uma simples porta.

Há lá coisa mais bonita que o cavalheirismo? Eu acho lindo!

"Um bocadinho, por favor." #2


.

Eu sinto-me uma pessoa mais rica (pelo menos tenho a confirmação daquilo que não gosto) desde que, há quatros anos para cá, ando de transportes públicos quase todos os dias. Ouve-se de tudo, cheira-se de tudo e vê-se de tudo... Com muito, muito azar também se sentem coisas.

É a conversa entre as vizinhas ou colegas de trabalho que inclui todo o tipo de asneiras e pormenores da vida de terceiros que ninquém tem nada a ver com isso, é o cheirinho a tanspiração logo pela manhã (inconcebível!), são preservativos... Mas o que já não via há um tempo era um casalinho tão expansivo nas demonstrações de carinho como o que vi na semana passada, mas costumava ser o pão nosso de cada dia. Estes casais tão expansivos e amorosos caracterizam-se (entre outras coisas) por dar beijos com ambas as línguas completamente de fora,vulgo beijo de papagaio.

Eu acho lindamente que se dêem beijinhos, é bom e faz bem. Acho é que há que haver um bocadinho de noção de que existem mais umas quantas dezenas de pessoas à volta. Demasiada exposição da intimidade, eu acho.

Não concordo


.

Deus cedo chama aqueles a quem ama.

Sinceramente, isto não faz sentido nenhum! Tenho fé, acredito que exista algo superior a nós, mas não compactuo com fanatismos nem extremismos. Acho os ideais da Igreja (não apenas da Católica) um perfeito disparate pelo menos no que diz respeito ao casamento, família, contracepção e determinados actos que já se praticaram em nome de Deus...

Agora isto de que Deus quer os bons ao pé dele. Mas não fazem muito mais falta cá? Se assim for, a Terra vai ficar entregue aos bichos (sim, já está, mas vai ser ainda mais) e os bons vão todos para ao pé de Deus. E têm partido pessoas tão boas...

Colapso


.

Jornalista: Porque é que gosta tanto do Tony Carreira?

Senhora-de-meia-idade-já-a-delirar: Porque tem uma bUNNNda boua!


Oh-meu-Deus!

Balanço


.

A praia estava óptima. Se no sábado o sol só decidiu dar um ar de sua graça quase às 11 da manhã (cheguei lá ainda não eram 9 horas, por isso ainda ponderei vir embora pois estava muito frio), ontem já lá estava à minha espera mas com um bocadinho mais de vento.

Quanto à questão do sono. Pois bem, não me lembro do último fim-de-semana em que dormi tão poucas horas. Portanto, tenho a leve desconfiança de que vou andar agarrada às paredes esta semana. Ou então vou andar a bater com a cabeça no teclado do computador em pleno local de trabalho.

De acrescentar que a caracolada habitual foi sábado E domingo e de que ontem almocei num sítio muito simpático.

Resumindo e baralhando: bastava acrescentar aqui umas muitas horas de sono.